Buscar
  • Gabriello

Momento Feliz

Em primeiro lugar, quero dizer que dia 29 faço 9 meses se testosterona se meus cálculos nao estiverem errados.


Com isso fora do caminho, posso começar o post.

Confesso que antes eu gostava de Harry Potter, agora, considerando que J.K. Rowling é lixo transfobico radioativo, eu já não tenho mais apreço pela série. Seja como for, há um feitiço no livro em que, para dar certo, você tem que pensar em um momento extremamente feliz. Eu sempre me indagava o que eu pensaria nessa hora. Apesar dos problemas psicológicos, tenho uma vida feliz, mas não tinha um momento arrebatador de felicidade até eu ver neve pela primeira vez.


Ver neve caindo era um sonho meu então quando finalmente se realizou foi uma felicidade que não cabia no peito. Na época eu estava com o Daniel, meu ex que mora em Boston e estava o vendo pessoalmente pela primeira vez também. Então tudo colaborou para que fosse um momento incrível. Desde então esse foi meu momento mais feliz. Nem quando o Suco me pediu em noivado eu fiquei tão feliz quanto naquele dia. Bem, noivar foi legal mas não era a realização de um sonho, já ver a neve...


A verdade é que eu achava que só teria um desses de novo quando viajasse para o Japão (ainda vou, me ouçam). Mas aconteceu de novo. Quando minha certidão com nome retificado chegou la em casa. Eu tinha dado o primeiro grande passo da minha transição. Eu era oficialmente Gabriello. Eu saí porta adentro literalmente pulando de felicidade. É verdade que ser trans é desafiador, trabalhoso e até drena a gente emocionalmente mas essas grandes vitórias nossas nos enchem de tamanha euforia que faz tudo valer a pena. Confesso que quando comecei a testosterona também fiquei extremamente feliz, mas ainda acho que o fato da mudança de nome ter sido o primeiro passo oficial fez com que fosse mais arrebatador.


Nesse momento que escrevo, são 2 da manha de um quinta feira, dia 24 de janeiro de 2020. Eu vou colocar esse post para ser publicado somente dia 30 de janeiro. Por que? Porque quero manter as informações aqui presentes em segredo por enquanto.


FINALMENTE FAREI A MASTECTOMIA!!!! Está marcada para o dia 30 as 9hrs e finalmente tenho tudo encaminhado. Poucas pessoas sabem por enquanto e pretendo manter assim até que a cirurgia esteja feita. Daí vou espalhar aos quatro ventos. Enfim, eu acho que estou caminhando pra um momento mais feliz que a neve e a retificação juntos. Só eu sei o quanto eu penei e esperei pra conseguir esse laudo. O momento que eu acordar da anestesia vai ser o mais feliz da minha vida até hoje sem nenhum exagero.


Tudo começou no ano passado, quando eu entrei em contato com o Dr. Marcio Littleton pra ter mais informações sobre o procedimento. Eu já fiz uma redução aos 16 anos então eu queria uma segunda opinião (eu já tinha ido em outro médico) e também queria confirmar se o laudo era necessário. Sim o laudo era necessário e sim, a cirurgia seria mais complexa devido á redução. Tudo bem, acabei largando de mão pois não ia conseguir o bendito laudo tão cedo devido ao borderline e também porque ele não é de Florianópolis e só opera aqui em alguns meses do ano. Até que em dezembro me ligaram falando que ele estaria em Florianópolis e se eu queria uma consulta. Oras, minha psiquiatra tinha me dito que daria o laudo fim do ano, então resolvi arriscar e ir. Mas minha consulta com ela era somente dia 06 de janeiro, então eu tinha que esperar até essa data para confirmar com o cirurgião que eu iria mesmo fazer a cirurgia, pois tudo dependia de ela me dar o laudo ou não. Spoiler: a linda da dra. Luiza me deu o laudo e eu pude iniciar o pré-operatório.


Eu tinha menos de 30 dias para fazer todos os exames, autenticar o termo cirúrgico e o laudo e ainda fazer a entrevista com o anestesista e os pagamentos. Foi uma correria desgraçada mas hoje finalmente consegui finalizar tudo. Aos 45 do segundo tempo, como dizem. E agora eu tô aqui, ansioso (no bom sentido) para a cirurgia e não conseguindo dormir de felicidade haha. Na verdade eu estou pensando em marcar mais uma consulta com a dra porque eu sei que vou ter dificuldade em dormir no pós-operatório e eu quero pedir um remédio pra dormir haha. Se ela vai me receitar são outros quinhentos, mas não custa tentar.


Enfim, quando começar o pós-operatório de fato, vou fazer posts aqui para documentar. Por enquanto é só isso mesmo, tchau tchau~


28 visualizações